terça-feira, março 28, 2006

in Carmuue's magazine

"Rapariga irritada mata homem irritante"

A tragédia abateu-se sobre a pacata cidade de Vila Real quando uma mulher assassinou um homem a sangue frio num café local. Conhecidos da vítima manifestam total horror e surpresa pelo acontecimento. A dona do estabelecimento, A Tasca do Mandrião, onde ocorreu a desgraça falou com a carmuue’s magazine (C'sM). «Olhe, eu já devia ter adivinhado que isto estava para acontecer. O homem irritante, andava mesmo muito irritante ultimamente, e ela, sabe, é das de pavio curto, ninguém se lhe pode dizer nada que ela responde à letra, nunca deixa ninguém ir sem troco… Ele até lhe achava piada ao jeito e dizia-me - Ó ti Maria, isto é amor, a sujeita diz que não, diz que não mas é amor! Pelo seu lado ela dizia-me, mexendo no café, Este tipo não tem emenda, Deus o ajude se um dia eu me chateio a sério! E daí, acho que nem Deus o ajuda, nunca vi coisa igual! Que homem irritante! Eu sorria e dizia-lhe que não ligasse, que ele era mesmo assim, deixá-lo ser desgraçado à maneira dele, homens irritantes como ele acabam sempre sozinhos, sem eira nem beira…Ele há-de ter o que merece, continuava eu a dizer. No início parecia funcionar, a rapariga irritada piscava-me o olho e dizia, tem toda a razão, ti Maria, ele nem merece que a gente se aborreça, e lá ia à vida dela. Mas depois…Mas olhe, que se eu pudesse ter evitado isto evitava. Não por ele, sabe, que era mesmo irritante e fazia-me a cabeça em água, e eu com tanto trabalho no meus estaminé e ele sempre a contar-me as suas histórias… que Deus ou o Diabo o tenham! Mas por ela, coitadita, tão boa moça, tão novinha, com uma vida pela frente, para o que lhe havia de dar…»

(to be continued)

7 comentários:

Maria Papoila disse...

Quero saber o resto!!!

Bífido disse...

Deixa é de ser cusca! :P

carmuue disse...

Vai chamar cusca aos outros no TEU blog!

kimikkal disse...

eh eh eh...Queremos mais, queremos mais, queremos mais...Queremos muuuito mais!

contadordehistorias disse...

é tão mais simples matar do que falar... espero a continuação.

beijo

carmuue disse...

às vezes mata-se quando os argumentos se esgotam...

Zezi disse...

5 estrelas!
Quase que consigo ouvir a rapariga irritada a respirar profundamente enquanto tenta furar o fundo da chávena com a colher, ao mexer o café!!

Bjs
Zezi