quinta-feira, maio 18, 2006

expectativas


a torre construída de delicados filamentos de expectativas (tecidos por uma rara aranha quimérica oriunda do reino de morpheus), ruiu sem aviso para assombro da construtora. Após ter resistido (surpreendentemente), a inúmeras tempestades, tremores de terra e até a uma avalanche, bastou que uma pequena brisa soprada distraidamente na direcção errada fizesse cair sobre terra o insólito edifício. parecia que a vida estava a mandar um recado à construtora: o problema talvez não esteja nas intempéries mas sim na qualidade da construção... o material escolhido talvez? a construtora engoliu em seco e em vez de fazer o curso de engenharia civil voltou à leitura dos clássicos infantis especialmente aquele que conta a história dos três porquinhos que resolveram construir uma casa, o primeiro(...)

2 comentários:

Lord Jeremias disse...

Estou ressacado.Amanhã acabo de ler...

Lord Jeremias disse...

Ups! Souo carneiro. Não confundir com imorais...