quarta-feira, janeiro 25, 2006

Porquê que odeio os meus vizinhos

Muito se poderia dizer sobre os meus vizinhos de cima, mas começo por apresentá-los. São dois meninos que cursam desporto, usam cabelo-à-foda-se e fazem-se transportar num smart cinza-prata. Enfim, uns betos da pior espécie. Não bastasse isso são péssimos vizinhos. Os meninos não têm noção mínima de civismo, não cumprimentam as pessoas nas escadas, batem o olho no chão quando saem do elevador e nem sequer fazem festinhas ao cão. Têm o hábito de fazer barulho às tantas da manhã com os seus amigos boçais a correrem de um lado para o outro enquanto emitam locomotivas e reproduzem sons simiescos. Devido ao isolamento precário da construção sou presenteada com os seus diálogos dos quais apenas retiro uns frequentes foda-se, caralho , merda e puta que o pariu, por vezes todos na mesma frase. Têm a mania de (tentar) sabotar as aulas de canto das meninas (nós) juntando os amigos e as namoradas (munidas de saltos altos), tachos e panelas e fazendo um barulho infernal na pueril esperança de que com isso o “nosso barulho” acabe. Faço notar que as nossas aulas começam às duas da tarde e terminam, no máximo, às sete. Um horário, perfeitamente razoável e que jamais incomodaria pessoas de bem. Mas os meus vizinhos deixaram bem claro que não são pessoas de bem no dia em que me colaram a campainha da porta com um palito, e tiveram a delicadeza de o confirmar no dia em que escusando-se ao berreiro durante as aulas de canto, resolveram vingar-se dando marteladas no chão-deles-nosso-tecto até às duas da manhã. Uns autênticos doces!
Mas tudo isso eu suportaria com a minha usual magnanimidade “são jovens, não sabem o que fazem…”, não se desse o caso de, aliadas a estas todas capacidades sociais, os meninos em questão terem um péssimo gosto musical. Mas péssimo mesmo. Nada de brincadeiras! É usual ouvir do apartamento de cima coisas aberrantes como o “Morango do Nordeste” ou o saudoso êxito do King África, “Bomba”. É factual que os meninos pararam no tempo e ainda por cima, num mau tempo. Qual não é o meu espanto quando há uns dias oiço um dos meninos a varrer enquanto cantarolava aquele antigo êxito de que já ninguém se lembrava: I’m a big big girl in a big big world… Fiquei estática de terror ao imaginar o imberbe boçal de vassoura na mão, com um ar de doméstica enquanto cantarolava a música em falsete. Com os brutos e mal-educados posso eu bem, mas orangotangos românticos? Isso é que não!

11 comentários:

Maria Papoila disse...

Amiga, deixa-me falar-te da minha vizinha de cima!
Um dia, acordo eu às três da manhã com uns sons estranhos, que pareciam marteladas. Alguns segundos depois ( o quarto dela é por cima do meu), começo a ouvir uns gemidos... Pensei que das duas uma: ou a menina estava a martelar e se tinha magoado a valer, ou tinha a TV aos berros no canal Playboy...
Nem uma coisa nem outra, certo?
E o cenário, volta e meia repete-se, apesar de já quase todo o prédio a ter chamado à atenção!!
Beijos

Carlos disse...

... olha Carmo!
... nada melhor que sair... espairecer, comprar uns covilhétes na Gómes, umas cristas e umas pitas e... mandar tudo para cá (para mim, claro!...)!
... esqueces por momentos os safardanas de cima e delicias o meu estômago!

... e se não fosse pedir muito, passa lá pelo Chaxoila e manda também umas tripas aos molhinhos! tá? :-)

... tou a falar a sério!

Xi-coração transmontano

carmuue disse...

Papoila do meu coração: também já, tive vizinhos desses e ainda por cima eram meus amigos e ainda por cima ele queixava-se de eu cantar no chuveiro! a pior parte é que quando ele se queixava eu não ripostava porque EU ficava embaraçada! isto não lembra a ninguém!

Querido solrac: com um roteiro gastronómico desses ainda me pergunto porque diabos passo eu tanto tempo em casa! quando é que vens cá para fazermos umas tainadas?

rps disse...

Era à bomba, quando estivessem a ouvir "La Bomba"...

Carlos disse...

...irei, irei... um dia!
...espero que seja breve!


Xi-transmontano

kapuxinho vermelho disse...

ora bem quem tem vizinhos big girl não precisa de inimigos nem de filmes de terror!!! bxox

NANI disse...

Gaja, manda os parolos recrontrafoderem-se!!
BjS

Zezi disse...

Ora bem, se nós fossemos raparigas imaturas, fechar a água quando estão a tomara banho era uma hipotese....
Mas como já passamos essa fase recomenda-se procurar conforto numa imagem do futurística em que eles vão amargar essas atitudes. Nem que seja quando for preciso um saca rolhas ou um bocadinho de açucar.
Sim, pois tudo o que sobe tem que descer!
beijos e melhores dias

P.S. Os covilhetes da Gomes vinham mesmo a calhar! Agora só tenho a minha volta Frigideiras, mas não é a mesma coisa...

PAULO disse...

Fazendo a ligação ao meu coment do ultimo post da phia@...

Era à machadada incandescente...

ISSO É QUE ERA LINDO....

DEIXEI DE ESTAR MANSINHO OUTRA VEZ:

O gang do canto (gang TELLIANO) vai começar a atirar machados incandescentes....

HA HA HA HA HA HA HA HA HA

paulo disse...

EU É QUE SOU MAU!!!!!!

(ou não.... mas como gostava de ser)

carmuue disse...

isso quer dizer que vamos cantyar wagner? eu quero ser uma valquíria!!!!